Aprenda a fazer um fazer café espresso sem erro.

A primeira patente de máquina de espresso é de 1901 e suas versões variaram muito ao longo dos anos. O que não mudou, porém, foi nosso amor pelo café extraído nessa belezinha!

Desde a primeira patente registrada pelo italiano Luigi Bezerra em 1901, as máquinas de espresso ganharam as mais variadas cores e tamanhos. Porém, foi somente em 1946 que esses equipamentos começaram a ter a aparência com a qual estamos acostumados hoje em dia. A marca Gaggia Crema Caffe, por exemplo, foi uma das primeiras versões a inserir um sistema de pressão de água no café com níveis superiores a 7 bars (unidade de medida de pressão atmosférica).

Foi nessa época que o verdadeiro espresso italiano ganhou o mundo e começou a ser desejado. Aproveitando a fama, o senhor Nello Dal Tio da empresa Astoria levou a tecnologia para outros países e fez muito sucesso. Com essa popularização e a evolução tecnológica, o que era antes uma exclusividade para cafés e padarias tornou-se um luxo que podemos ter em casa. 

Se você tem um negócio que serve café ou adora colocar a mão na massa em máquinas manuais, esse post é para você! Que tal aprender a fazer um espresso sem erro?

Para não errar, leve em consideração os “4Ms” do café espresso:

1º M – Mistura ou michela (também conhecido como blend)
O café deve ser de alta qualidade e sua torra homogênea para uma bebida bem gostosa.

2º M – Moinho ou Moedor
Certifique-se de que ele está regulado, pois ele pode descalibrar de acordo com a umidade ou densidade dos grãos que passaram por ele.

3º M – Mão do Barista
Um barista treinado consegue avaliar a pressão que será aplicada no porta filtro de acordo com a granulometria do pó, que acabou de sair do moinho. A regra básica é: quanto mais grossa a moagem é, mais compactação será necessária. Se a moagem é mais fina, pode compactar menos.
Depois de compactado, o pó deve ficar fixo no porta-filtro de forma que ele não caia.

Se 4º M – Máquina
Independente do tamanho, sua calibração é importante. A temperatura da água deve estar entre 90º e 96º C e a pressão deve ser de 9 atmosferas (ou 9 bars).

Antes de encaixar o porta-filtro com o café compactado, dê um flush (libere água quente) para limpar possíveis resíduos de café que ficou da extração anterior.

Neste vídeo, nós ensinamos com 4Ms na prática, assista!

A Dicas Orfeu:
● Espresso bem extraído é aquele que apresenta uma crema aveludada, com cor de mel quente ou caramelo derretido. Faça um teste e veja se ela fica marcada na parede da xícara. Se sim! Você tem um ótimo café em mãos.
● Moa seu café na hora para garantir frescor na bebida final.
● Sempre limpe seus equipamentos depois do uso. Tenha um cuidado especial com os bicos vaporizadores de leite, caso sua máquina tenha esse item.
● Não se esqueça de que máquinas e métodos de preparo não fazem milagres. Se o café não é de qualidade, sua bebida não será gostosa.

Para conhecer os nossos cafés em cápsula clique aqui.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

1 Comment

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

*

After you have typed in some text, hit ENTER to start searching...