10 prazeres que só quem é apaixonado por café entende

A felicidade de um verdadeiro amante do café não se resume em visitar uma fazendas ou ganhar microlotes premiados de presente. A felicidade de um bom cafemaníaco está nas coisas simples da vida. Se você é realmente é apaixonado pela bebida, vai se identificar com a maioria desses prazeres que só o café proporciona.

1 – A melhor parte de acordar é saber que tem café para tomar
Você é daqueles que coloca vários horários no despertador?! Bem, a arte de levantar da cama pode ser complicada e o pensamento que mais lhe dá forças para começar o dia é o café. Só de imaginar o cheirinho de café coado na casa… você já desperta.

via GIPHY

2 – Olhar para sua coleção de canecas
As pessoas nunca entenderão o prazer de “namorar” sua coleção de canecas. E essa lista de artigos cafeinados pode se estender também para xícaras, métodos de preparo, livros sobre café e até broches e camisetas com tema.

via GIPHY

3 – Aquecer as mãos na caneca de café
Quem nunca preparou um cappuccino ou um café em dias frios para aquecer as mãos, o corpo, a alma?! O acalento vem de todos os lados: o cheirinho de café recém passado, o quentinho e o sabor que te abraça por dentro.

via GIPHY

4 – Observar a expansão do café quando se faz a pré-infusão
Uma das vantagens de moer o café na hora do preparo é o frescor que a bebida tem. O indício de que o pó recém-moído, é de qualidade e está com uma torra recente é o que as pessoas chamam de “coffee blooming”. Sabe quando jogamos as primeiras gotas de água e o café começa expandir?! É disso que estamos falando!

via GIPHY

5 – Salivar com a crema de espresso
Tigrada, cremosa e consistente. Se você também saliva quando te servem um espresso com a crema perfeita, bem-vindo(a) ao time Orfeu!

via GIPHY

6 – Se perder nos corredor de cafés do supermercado, quanto mais melhor!
Prateleiras repletas de todos os tipos de café. Cápsula, torrado e moído, em grãos, lotes de diversas origens e até de outros países. Se você adora se perder nos corredores de supermercado para analisar embalagens, verificar datas de torra e descobrir novos produtores, esse item da lista é especial para você!

via GIPHY

7 – Ganhar algum utensílio de café novo
Pode ser presente de aniversário, comemorações de fim de ano, lembrancinha do amigo secreto… não importa! O mais importante é que aquela pessoa abençoada comprou aquele livro de café que você tanto queria ou aquele método de preparo que você não tinha dinheiro para comprar. Um salve para esses anjos de presentes cafeinados!

via GIPHY

8 – Ter o café como sua melhor companhia
A hora do café é ótima para compartilhar com amigos, família e pessoas queridas. Porém, não há coisa melhor que preparar uma xícara do seu grão favorito e ter um momento pleno só com ele. Você e o café se bastam.

via GIPHY

9 – Entrar na sua cafeteria preferida e o barista sabe que seu cappuccino é o tradicional
Sobre o prazer inenarrável de não precisar descrever como o seu cappuccino deve ser servido!
*nada contra as outras versões, mas não saber o que esperar (se vem chocolate ou canela ou só leite) quando pede um cappuccino é sempre um momento de atenção.

via GIPHY

10 – Guardar um pouquinho de café na caneca para tomar depois
Aquele restinho de café que sobrou, mas você não quer jogar na pia por ele ser muito bom. Depois de um tempo, você lembra que ele está lá e, mesmo gelado, ele está delicioso. Com cafés especiais é assim, gostoso mesmo frio.

via GIPHY

Café na prensa francesa com laranja

A Prensa Francesa é campeã de presentes de casamento que os noivos normalmente não sabem usar corretamente. Foi por isso que já explicamos como fazer café nesse método de preparo aqui e agora, nossa sugestão é usar a criatividade para deixar seu café ainda mais gostoso.

A dica da barista Nina Rodrigues é acrescentar três fatias de laranja Bahia. Você pode aproveitar essa dica para fazer cafés quentes como a receita abaixo demonstra ou para acrescentar a fruta no café mais frio. Ao degustar, note que o sabor é marcante no paladar com bastante corpo e permanência mais prolongada na boca.

Ingredientes:

15g de Orfeu Clássico
160 ml de água filtrada Tempo de Preparo: 3 min – 5 min
3 rodelas de laranja Bahia Porções: 1 xícara grande ou 2 xícaras pequenas

Modo de Preparo:

1. Coloque a água bem quente no pote de vidro por cerca de 1 minuto para escaldar
2. Descarte essa água
3. Adicione o pó de café (se moer em casa, faça uma moagem grossa – parecida com areia de praia)
4. Coloque as rodelas de laranja Bahia
5. Adicione a água quente para infusão
6. A infusão pode levar 1 minuto ou até quatro minutos. Isso depende do seu gosto pessoal. Faça todos os testes que julgar necessário até encontrar o tempo ideal para uma xícara perfeita de café
7. Quando você decidir que a infusão deverá ser interrompida, empurre o pistão ou êmbolo para baixo lentamente
8. Sirva-se e aproveite!
*Sugestão de Harmonização: para deixar a experiência mais completa, sugerimos um bolo de fubá bem cremoso!

Para não errar:

• Escaldar o pote de vidro e os filtros antes de coar o café é super importante para eliminar possíveis resíduos e para aquecer o recipiente que receberá sua próxima dose cafeínada.
• A água deve estar a 92ºC. Se você não tem termômetro em casa, desligue o fogo quando a água começar a ferver.
• Para esse método de preparo, a moagem deverá ser mais grossa.

 

Não tem prensa? Você pode comprar aqui. Não tem moedor? Você pode comprar a moagem para prensa francesa aqui.

Como fazer café na Chemex?

Projetada pelo um químico alemão (que aportou em Nova York em 1936), a patente da Chemex foi registrada em 1941 pelo Dr. Peter Schlumbohm. Dentre suas 300 invenções registradas oficialmente, o método de preparo permanece moderno apesar de seus 75 anos desde sua criação. Uma obra de arte atemporal para deixar a hora do seu café mais gostosa e com estilo!

O sucesso da Chemex é tanto ela permanece em exposição permanente no Museu Metropolitano de Arte de Nova York – ou Metropolitan Museum of Art and the Smithsonian American Art Museum . Feita em vidro fino, suas curvas lembram uma ampulheta cujo design extrai o melhor do café. Para coar, um filtro de papel único é usado. Ele é redondo e, por meio de dobradura, ele oferece uma filtragem tripla em um dos lados o que deixa a xícara limpa. Em outras palavras, nenhum tipo de resíduo do pó passa para a bebida final. Seu colar de madeira protege as mãos do calor e ainda lhe confere um ar de sofisticação.

Apesar de ser um utensílio mais antigo, a Chemex só ganhou o gosto do brasileiro com a popularização dos cafés especiais. Ou seja, há quase 20 anos. Em outros países, ela já é conhecida há tempos e já até foi usada em filmes e seriados. Um exemplo disso é a série Friends que além de ter o Central Perk como cenário de muitas cenas emblemáticas também usou a Chemex em um episódio.

Agora que você conheceu um pouco sobre esse método de preparo… é hora de colocar a mão na massa. Veja como não errar ao preparar seu café nessa belezinha.

PREPARO

1 – Separe a Chemex, seu filtro, coloque a água para esquentar e pese o café antes de ir para o moinho;
2 – Aqueça a água filtrada na temperatura de 95ºC (ou quando ela começar ferver);
3 – Moa 21 gramas de café Orfeu para cada 300ml de água. IMPORTANTE: a moagem deve ser média ou grossa para esse método de preparo.
**Se você não tem moinho, você pode comprar em nossa loja virtual aqui OU comprar o café já moído para esse método aqui.
4 – Dobre o filtro e encaixe na Chemex;
5 – Escalde o filtro e o recipiente com a água quente. Descarte depois;
6 – Coloque o pó de café e faça a pré-infusão, ou seja, adicione um pouco de água para hidratar o pó e espere 30 segundos;
7 – Acrescente o restante da água aos poucos em movimentos circulares. Lembre-se que todo o pó de café deve entrar em contato com a água;
8 – Continue o processo até terminar a quantidade de água que você pré-determinou.
9 – Sirva em xícara ou caneca e aproveite seu café!

After you have typed in some text, hit ENTER to start searching...